Ir para o conteúdo

Blog da Cultura

Our Latest News

Dia Mundial do Meio Ambiente 2021: por que refletir e agir é essencial?

Gardenia
4 de junho de 2021

Este é um mês de reflexão e, sobretudo, de ação! Dia 05 comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente 2021, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data tem como objetivo conscientizar e mostrar a todos os problemas ambientais pelos quais passamos e a importância de protegermos o nosso planeta. Além disso, este mês comemoramos o Dia Mundial da Reciclagem, que chama a atenção para o descarte inadequado do lixo como um dos principais problemas que afetam o meio ambiente. Portanto, cabe a todos nós a prática de ações que contribuam para uma melhor qualidade de vida. Quem topa lutar por essa causa?

 

Dia Mundial do Meio Ambiente 2021

O Dia Mundial do Meio Ambiente 2021 será sediado pelo Paquistão, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PUMA). O tema deste ano será a “Restauração de Ecossistemas” e a “urgência de todos fazerem as pazes com a natureza”. A data será marcada, também, pelo lançamento da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas 2021-2030.

De acordo com o primeiro-ministro do Paquistão, o país ganha destaque quando o assunto tem como base as iniciativas para preservar o meio ambiente. Para que tenhamos uma ideia, o governo do Paquistão pretende plantar 10 bilhões de árvores no decorrer de 5 anos, o que significa a restauração de 1 milhão de hectares em todo o país. O que pretende-se, com isso, é contribuir com um assunto de extrema importância, que é a mudança climática. Por meio de soluções que têm como base a natureza, o governo idealiza conservar todas as espécies de seres vivos existentes e contribuir, claro, para o reflorestamento.

 

Por que a reciclagem é importante para o meio ambiente?

Quando você pensa em reciclagem, o que vem à sua mente? O lixo que pode ser reaproveitado? A separação do lixo orgânico do inorgânico? Sim, isso é importante, mas como essas e outras ações impactam o meio ambiente? De que forma podemos ter uma melhor qualidade de vida por meio da reciclagem?

Um estudo realizado pela Associação Empresarial para Reciclagem (CEMPRE), apurou alguns dados e, como resultado, chegou ao seguinte resultado: o Brasil produz mais de 240 mil toneladas de lixo por dia, sendo 45% recicláveis. Apesar de termos aí quase metade da produção de lixo representada por materiais recicláveis, o fazemos, verdadeiramente, com apenas 2% desse total. ?

Definitivamente, esses números nos mostram que ainda há muito a ser realizado. É preciso que todos tenhamos em mente que a reciclagem ajuda o meio ambiente, o que é fundamental para que haja vida na Terra.

Ao reciclarmos, conservamos os nossos recursos naturais, como madeira, minerais e água, por exemplo, o que contribui para que não seja necessário extrair novas matérias-primas do meio ambiente. Além disso, ao reciclarmos, também economizamos, já que gastamos muito menos energia por aproveitarmos os materiais já existentes, sem a necessidade de se adquirir novas matérias-primas.

Consequentemente, com a reciclagem reduzimos os custos com a limpeza urbana, além de evitarmos a poluição do planeta, uma vez que serão gerados menos gases do efeito estufa, que provocam a mudança climática global, o que mantém o meio ambiente mais sustentável.

Cada um de nós pode fazer a sua parte por um mundo melhor, inclusive, aproveitando o processo de reciclagem para a produção de itens decorativos ou que vão gerar economia em nosso próprio bolso. Vamos a alguns exemplos?

  • As garrafas de plástico podem virar peças decorativas, como vasos de plantas. É só dar uma pesquisada na internet que você encontra várias dicas sobre como fazer e decorar seus vasos!
  • O óleo de cozinha, ou aquele óleo de fritura, que você sempre reaproveita, pode virar sabão. Uma boa para economizar, né?
  • O lixo orgânico pode se transformar em adubo natural, quando enterrado na terra.
  • Até mesmo casas são construídas com material reciclável!

Ideias não faltam. É só dar um Google e deixar a imaginação rolar solta. Além de um ótimo passatempo, contribuiremos para um mundo mais habitável! Que tal pensar nisso? ?

A Austrália e seu projeto de reflorestamento

O sudoeste da Austrália é a parte mais rica, biologicamente, do país, com uma grande concentração de espécies da fauna e da flora. No entanto, devido à invasão do homem em seu habitat, tais espécies estão perdendo o seu espaço. O objetivo do Gondwana Link, um dos maiores projetos de conservação já existentes na Austrália é atingir uma grande área florestal em toda a região para conservar a paisagem, como um todo.

Pretende-se, portanto, restaurar uma faixa de 1000 quilômetros em todo o sudoeste da Austrália, recriando sistemas de vegetação nativa que reflitam a composição e estrutura original da vegetação nativa do local. Para se ter uma ideia, são mais de 350 espécies de plantas registradas por propriedade, logo, serão restaurados o habitat e as terras desmatadas dentro dessa faixa, de forma a remover ameaças e melhorar a qualidade da gestão ecológica.

E a Austrália não está sozinha nessa. Esse esforço é conjunto, apoiado por grupos locais, regionais, nacionais e internacionais, proprietários de terras locais e comunidades indígenas.

“Gondwana Link é a coisa mais emocionante que está acontecendo na restauração na Austrália, se não no mundo.”

(Professor Richard Hobbs, University of Western Australia)

 

São Francisco, na Califórnia, é exemplo quando o assunto é reciclagem

A cidade de São Francisco, na Califórnia, tem mais de 7,4 milhões de habitantes, sendo a 13ª mais populosa dos Estados Unidos. Mas isso não a impede de ser um exemplo quando o assunto é reciclagem e meio ambiente!

A cidade tem uma iniciativa muito bacana, que é a “Zero Waste” (Resíduo Zero). A partir dela, a cidade já conseguiu que mais de 85% dos resíduos produzidos não sejam mais encaminhados para os aterros sanitários. Pelo contrário: eles são reintroduzidos nos processos produtivos.?

No entanto, para que a iniciativa desse certo, foi necessário um esforço conjunto de toda a população. Somente assim foi possível que, das 2 milhões de toneladas de lixo produzidas anualmente, 1,6 milhão fossem reutilizadas, recicladas e passassem pelo processo de compostagem – processo de reciclagem do lixo orgânico, transformando-o em matéria orgânica.

Os números são instigantes e nos trazem o olhar de que “é possível, sim”, termos cidades mais verdes. Como exemplo, vamos conferir algumas das iniciativas tomadas pela cidade de São Francisco:

  • De forma a diminuir e, consequentemente, evitar a produção de resíduos, as empresas passaram a se responsabilizar pela reciclagem dos seus produtos.
  • A população, por sua vez, teve que se acostumar à redução de desperdícios desnecessários.
  • Implementou-se, na cidade, um programa para compostagem e reciclagem dos resíduos produzidos.

Como se vê, os resultados foram incríveis, fruto de um trabalho em conjunto, como dissemos acima, de toda a população, além de empresas, fabricantes e estudiosos. E valeu muito a pena, pois, da mesma forma, houve uma melhora da qualidade de vida para todos quando, juntos, passaram a compartilhar o mesmo objetivo.

 

Um mundo mais verde nos Estados Unidos

Ficou surpreso com a iniciativa de São Francisco? Calma, pois tem mais! Outras iniciativas voltadas à causa da reciclagem e de um país “mais verde” circulam pelos Estados Unidos.

A cidade de Nova York, por exemplo, aprovou um projeto com iniciativas para combater a mudança climática no país.

Uma das metas e exigências do projeto é que os edifícios de grande e médio porte – o que mais se vê na cidade – reduzam as emissões de gases de efeito estufa na cidade em 40% até 2030 e, em 2050, até 80%.

E, para além disso, pretende-se criar telhados verdes ou painéis solares em todos os edifícios de Nova York.

Apesar de arrojada, a meta é importante para despertar, em outros países, iniciativas com o mesmo objetivo. ?

Act Global – transforme o mundo com a gente!

Todos os anos, a Cultura Inglesa desafia você a participar do Act Global. Este ano, não seria diferente. O tema é Global Perspective for Sustainable Development, e todas as atividades do semestre vão girar em torno de novas visões para um desenvolvimento mais sustentável, tanto para nós mesmos quanto para as gerações vindouras!

Traremos muitos debates e atividades que, além de contribuírem para o ensino do idioma, terão o propósito de gerar a mudança por meio da educação. Nós acreditamos na formação de cidadãos globais, por isso trabalhamos habilidades socioemocionais e habilidades do futuro, e desenvolvemos projetos, em sala de aula, com esse objetivo.

A Cultura se preocupa com você! Queremos que se identifique com essa causa e faça a diferença no ambiente em que vive. Faça a diferença com a gente!

Comentários (0):

Your Email address will not be published.

Artigos Relacionados